Arquivo da tag: mochilão pela Africa

Entre Leões e guerreiros Zulus

O meu primeiro dia no continente Africano havia proporcionado lindas experiências. É claro que a sequência da viagem só traria mais e mais surpresas!!

Em meu breve roteiro pela África do Sul decidi incluir um day tour pelo Lion Park e Lesedi Village. Todos sabem que na África do Sul existem muitas opções de parques nacionais para fazer safári e ter contato com a verdadeira natureza selvagem, o principal deles o Kruger National Park. Porém eu já havia escolhido outros 2 parques para realizar essa atividade, um na Zâmbia e outro em Botsuana, e apesar de amar os animais e querem fazer muitos safáris ainda, os valores não são acessíveis. Isso mesmo, se engana quem pensa que as coisas por lá são baratas! Os países em sua maioria são muito pobres, e o turismo é uma forte fonte de renda da população, e ainda existem as taxas de conservação dos parques, o que deixam os preços um pouco “salgados”.

Saindo de Joanesburgo pela Nelson Mandela Bridge

Contratei um tour privado com a MoAfrika Tours e eu e meu guia Tsholo, natural do Malauí saímos em direção ao parque. Meu guia uma pessoa incrível, falamos sobre muitas coisas, ouvimos muita música africana, e consegui praticar meu inglês e ainda aprender umas palavras em zulu, uma das mais de dez línguas oficiais do país. A imersão cultural que se tem na África é algo espetacular! As cores, a música, as pessoas, os animais, tudo isso me chamava atenção durante o caminho.

Chegamos então à Broederstroom, pequena cidade a poucos quilômetros de Joanesburgo e fomos rumo a Lesedi Village. Ao chegar no local a recepção foi de arrepiar, várias pessoas cantando em sua língua nativa, cara me arrepio só de lembrar! Que linda é a África e esse seu povo apaixonante!

Lesedi Village
Lesedi Village

Logo foram chegando mais pessoas de outros grupos e fomos conhecer a tribo. Os Zulu são guerreiros, foram a última resistência contra os colonizadores europeus, e aprender sobre suas tradições e costumes foi algo surreal. Confira alguns vídeos da entrada na tribo:

Tribo Zuli
Tribo Zulu
Tribo Zulu

Após ouvir as explicações fomos convidados a provar um dos pratos mais típicos da tribo. Uma larva kkkk, sério Izac? Você comendo larva de novo? Sério :P! Mas confesso que dessa em especial, eu não gostei, mas não poderia deixar de prová-la!

Tribo Africana

A larva é tão ruim, que após degustá-la, as mulheres da tribo nos trouxeram algumas amoras, penso eu que para tirarmos o gosto ruim da boca 😀 . Após essa experiência, fomos levados até uma espécie de auditório onde eles se apresentaram cantando e dançando. Eu chorei, chorei e não foi pouco. E sabe o que é mais legal? Não tenho vergonha de falar! Foi um choro de alegria de realizar um sonho, de ver tudo aquilo de perto, a cultura mais linda do planeta!

Tribo Zulu

No almoço provei várias comidas típicas, entre elas as carnes de avestruz, impala e crocodilo, todas uma delícia. Após o almoço seguimos para o Lion Park Safari onde iria interagir com o rei da selva :o. Chegamos ao Park fui chamado a um escritório onde se assina um documento se responsabilizando em caso de acidente, por que apesar de ser uma atividade segura e acidentes serem raros, estamos entrando no habitat de animais selvagens, predadores mortais que podem usar seus instintos selvagens e atacar. Já na entrada do parque após assinar os termos encontrei uma linda girafa que tive a oportunidade de alimentar.

Alimentando a Girafa
Selfie

Lembrando que todos esses animais deveriam estar na natureza, mas foram resgatados de caçadores quando ainda eram pequenos e o parque os protege. O turismo e a visitação são para conscientização e nenhum animal é mal tratado segundo os guias, aliás, todos os habitats são amplos com um espaço bem grande para os animais. Entramos então na área dos bebês leões, gente vocês não tem noção como eles são fofinhos parecem de pelúcia, porém ainda assim podem arrancar uma mão hahah, então todo cuidado é pouco.

Bebês leões

Seguimos então para a área dos leões maiores e ai confesso que meu coração acelerou, quando chegamos perto e vi dois gigantes correndo em nossa direção pensei: Eu vou morrer hahaha!! Mas não morri, ainda bem. O guia passa todas as orientações para o passeio ser o mais seguro possível e a experiência com certeza foi incrível!

Eu estava morrendo de medo, haviam dois predadores ao meu lado e meu guia ainda brincava: “Não se preocupe, se eles atacarem você terá uma morte rápida” hahaha Super simpático o rapaz me deixando mais tranquilo 😀

É claro que foi algo único em minha vida, e com certeza repetiria. Aliás, eu repeti poucos dias depois na Zâmbia hehe. Mas essa história conto num outro post.

Ao final desse passeio ainda fizemos um pequeno safári pelo parque onde foi possível ver cães selvagens, gnus, guepardos, girafas, zebras e claro leões muitos leões ♥.

E olha a simpática girafa que veio até o carro nos dar oi:

No dia seguinte peguei um voo rumo ao centro da África, a cidade de Livingstone na Zâmbia seria minha cidade base nos próximos dias, até o próximo post 😉

Anúncios