Arquivo da tag: Bolívia

La Expedición #Custos da viagem

Chegou a hora de falar de umas das partes que mais preocupam os viajantes. O custo da viagem!!! Após inúmeras perguntas de “Quanto gastaram nessa viagem” aqui vai o post com o descritivo de nossas despesas.

Como sempre, o planejamento e organização fazem parte da Iniciativa Aventureiros. E com a data da viagem marcada, fomos até a fronteira de Bernardo de Irigoyen na Argentina aproximadamente 3 meses antes da viagem para fazermos o câmbio de moeda, já que a cotação estava favorável e com a crise que começou afetar o país, tínhamos que tomar alguma atitude. Na época trocamos pouco mais da metade da quantia que seria necessária por pessoa. O câmbio saiu por 0,255 algo como 4 pesos para 1 real (excelente câmbio já que a cotação oficial da época era 0,39). Com boa parte dos pesos na mão, era somente esperar a data da viagem, trocar mais alguns pesos por garantia e pé na estrada.

Um dos custos pré-viagem foi a aquisição da carta verde, seguro que é uma das Exigências para rodar nos países vizinhos. O custo com nossa corretora foi de US$ 42,19 ou R$ 166,00.

tarjeta-verde
Carta Verde

 

Todos os nossos hotéis foram reservados antecipadamente pelo www.booking.com fazendo com que o preço ficasse mais em conta. Para ver os valores por hotel basta clicar aqui. O Valor total das hospedagens foi de R$ 782,00.

Com estradas em perfeito estado, o único país onde pagamos pedágios nessa viagem foi a Argentina. O pedágio mais caro pagamos P$ 8,00 equivalente a R$ 2,00. O custo total de todos os pedágios da viagem foi de R$ 22,00.

78764w620h450c
Posto de pedágio na província del Chaco

O valor do combustível tanto no Brasil, na Argentina e no Chile é bem parecido, a diferença é de no máximo 12 centavos. Foram utilizados aproximadamente 440 litros de gasolina durante a viagem e o custo total de combustível foi de R$ 1740,00.

DSC01382
Posto Copec em San Pedro de Atacama

Por fim o custo dos passeios. Como não contratamos agência em San Pedro de Atacama, economizamos uma ótima grana, tendo que pagar somente as entradas das reservas nacionais. Para facilitar, já vou descrever os valores todos em reais com base na cotação que fizemos no dia de nossa viagem.

Passeios:

  • Entrada Cataratas do Iguaçu: R$ 33,30;
  • Entrada Parque das Aves (Foz do Iguaçu): R$ 28,00;
  • Passeio da Caravana de lhamas com lanche (Tilcara): R$ 62,50;
  • Entrada Valle de la Luna e Valle de la Muerte (San Pedro): R$ 17,50;
  • Entrada Geysers El Tatio (San Pedro): R$30,00;
  • Entrada Termas Puritama (San Pedro): R$ 88,00;
  • Entrada Pukara de Quitor (San Pedro): R$ 17,50;
  • Total dos passeios pagos: R$ 276,80 por pessoa.

Estacionamentos:

Durante nossa viagem, tivemos que pagar estacionamento somente em Foz do Iguaçu. O valor total foi de R$ 64,00.

Custos a Dividir:

  • Carta Verde: R$ 166,00
  • Hospedagens: R$ 782,00
  • Pedágios: R$ 22,00
  • Combustível: R$ 1740,00
  • Pneus (por conta do imprevisto no deserto) R$ 450,00
  • Estacionamentos: R$ 64,00
  • Total custos a dividir: R$ 3224,00 ou R$ 806,00 por pessoa.

Custos individuais:

  • Alimentação média: R$ 720,00
  • Passeios: R$ 276,80

VALOR TOTAL GASTO POR PESSOA: R$ 1.802,80

E aí achou muito? Lembrando que foram 12 dias de viagem, 4 países e mais de 5600 km rodados. Nesse valor claro que não estão inclusos os custos com lembrancinhas e souvenires, mas o valor não sobe muito. Viajar é possível, basta se programar e juntar uma “graninha”.

By: Izac Chapiewski

Curta nossa Page: Iniciativa Aventureiros

Anúncios

La Expedición 03/01/2016 Dia de Bolívia

O terceiro dia do ano foi dia de explorar a Reserva Eduardo Avaroa na Bolívia. Saímos em direção a fronteira que fica cerca de 40 km de San Pedro de Atacama. E já de cara estávamos aos pés de dois vulcões. O Juriques e o Licancabur ambos com quase 6000 metros de altitude.

O Licancabur é considerado o Deus do deserto. Imponente, pode ser avistado de qualquer lugar do Atacama num raio de quilômetros.

DSC00990
Vulcão Licancabur

Mais alguns km rodados e chegamos ao Paso Hito Cajón na Bolívia.

Logo após a entrada na Bolívia, está a localizada a entrada da Reserva Nacional Eduardo Avaroa, onde estão localizadas a Laguna Verde, Laguna Salada, Lagunas Colorada, Arbors de Piedra e o Famoso Salar de Uyuni (maior deserto de sal do mundo). As Paisagens parecem de outro planeta:

O valor da entrada na reserva pode ser pago em Pesos Chilenos, Dólares ou Bolivianos. O valor em bolivianos fica por $ 150,00 algo em torno de R$ 110,00 por pessoa, vale a pena se você tem espírito aventureiro e quer passar alguns dias dentro da reserva, afinal atrativos naturais é o que não falta por lá.

lagunaverdebolivia
Laguna Verde – Bolívia

Retornando a Argentina, tivemos um “probleminha” técnico e acabamos perdendo dois pneus. Isso mesmo DOIS. Mas graças ao bom Deus, nessas horas pudemos ver que ainda há pessoas boas no mundo, e foram inúmeros os carros que pararam para oferecer ajuda, muitos brasileiros, argentinos e chilenos. Queremos aqui agradecer a cada um deles, que de alguma forma nos ajudaram. Um agradecimento especial ao um grande amigo, Alberto, um caminhoneiro peruano que me deu carona até San Pedro, compartilhou suas experiências de mais de 50 anos de estrada, e ao brasiliense Martín e sua esposa, que nos ajudaram a correr atras de uma “gomería” em San Pedro. Também quero citar os amigo chilenos: Mai, José e Jorge, e os gaúchos Silvio e Leandra #DeusAbençoeVocês #Dioslesbendiga .

IMG-20160110-WA0010
Amigos Silvio e Leandra

Graças a esse “perrengue” pudemos fazer várias amizades. Quero citar uma em especial aqui, a boliviana Alejandra Mancilla, que enquanto estávamos aguardando o rapaz arrumar os pneus, foi ao mercado sem eu pedir, comprou água e comida para nós. Quando eu estava saindo da borracharia, veio até o carro e me entregou. Confesso que fiquei muito feliz, por esse simples gesto. Que Deus sempre possa abençoar ela e sua família, “Dios le bendiga Aleja”. E mais uma vez, a todos que nos ajudaram: MUITO OBRIGADO de coração.

Enfim, depois do susto, chegamos à Paso de Jama, fizemos todos os trâmites e estávamos de volta à Argentina. Seguimos viagem até a cidade de Jujuy onde nos hospedamos no hotel Las Lomas à beira da rodovia. o Hotel é muito bom.

No outro dia, seguimos até Resistência onde nos hospedamos no Hotel Covadonga. Um luxo de hotel. E enfim no dia seguinte seguimos viagem até Bernardo de Irigoyen fronteira com Brasil, e pudemos respirar os bons ares brasileiros novamente. Uma aventura sem igual.

No próximo post falarei dos custos de nossa viagem.

By: Izac Chapiewski

Curta nossa Page: Iniciativa Aventureiros

#Aventureiros #Bolívia #PuertoQuijaro

DSC_8338
Fronteira em Puerto Quijaro

A experiência de ultrapassar uma nova fronteira sempre é incrível! Em nossa última aventura tivemos esse gostinho! Após dias inesquecíveis em Bonito – MS seguimos viagem até Corumbá na fronteira com a Bolívia. Chegamos ao meio dia e fomos almoçar. Após o almoço fomos para Puerto Quijaro. A cidade lembra muito Ciudad del Este no Paraguai, com muitas lojas de tudo o que se poder imaginar e um trânsito quase caótico. Na fronteira nem fomos parados.

Fizemos algumas compras nas lojinhas locais, e encontramos algumas personagens bolivianas super legais as senhoras Josefina e Marta:

O calor insuportável nos fez querer deixar a cidade mais cedo! Voltamos até a aduana onde eu queria o carimbo boliviano em meu passaporte. Dia triste! Não consegui, conversei com o fiscal aduaneiro boliviano e expliquei que eu não iria entrar adentro do país, que eu tinha apenas ido até Puerto Suarez e que se era possível ele carimbar meu passaporte para eu ter de recordação o carimbo boliviano. O “camarada” me olhou dos pés a cabeça e disse: NÃO! Até insisti mas não teve conversa. Fazer o que, não se pode ganhar todas. Confesso que fiquei com raiva do rapaz, mas depois até pensei comigo, ele deve receber orientações de seus superiores e apenas as esta cumprindo.

Tenho planos de futuramente voltar a Bolívia, ainda não consegui meu carimbo, mas VOU!!!

By: Izac Chapiewski

Curta nossa Page: https://www.facebook.com/iniciativaaventureiros