Arquivo da tag: Viagemdecarro

La Expedición 30/12/2015 Estrada, Estrada e mais Estrada!!!

Chegamos ao dia que até então seria o mais cansativo da viagem. Teríamos que rodar 935 km de Resistência até Tilcara, passando pelas províncias Del Chaco, Santiago del Estero, Jujuy e Salta. Saímos as 7 horas do hotel e de cara pegamos a maior reta das nossas vidas, aproximadamente 540 km de reta. Isso mesmo 540 km! O pior é que todo o terreno era plano e foi uma das partes mais chatas da viagem, porque não se via nada, somente pequenos povoados ao longo da estrada. Muitos animais soltos o que tornou a viagem perigosa. Imagine você numa reta de 540 km, a estrada um tapete, claro que iriamos dar uma aceleradinha a mais. Mas sempre cuidando com as cabras, cavalos e burrinhos soltos pela estrada.

Reta
Reta entre Resistencia e Tavalera

Por falar em estradas boas, todas as estradas da Argentina estão em perfeito estado e o pedágio mais caro que pagamos foi de 8 pesos, isso vale R$ 2,00. O que causou um pouco de indignação claro, aqui no Brasil já cheguei a pagar em um pedágio R$ 14,90. Infelizmente o nosso governo sempre acha uma forma de cobrar preços abusivos em tudo, mas o foco do blog não é política e falar não vai adiantar nada. Bola pra frente!

DSC00360
Ruta 9 Argentina

Paramos para almoçar em Monte Quemado na Província de Santiago del Estero, uma das poucas cidades com mais de 10 mil habitantes da região. Paramos em um posto de gasolina e nos encontramos com vários brasileiros, uns vindo e outros indo para o Atacama. Já trocamos algumas informações (o que nos fez cancelar as reservas com a agência en San Pedro, mas isso é em outro post), e fizemos várias amizades. Encontramos a Carol e o Bruno que estavam viajando de moto desde São Paulo até San Pedro, casal super simpático.

Mais alguns km rodados e chegamos a províncias de Salta e Jujuy, lugares onde a viagem começou a ficar mais interessante, pois chegamos à região montanhosa da Argentina o que confesso me encheu de emoção, pois era um dos meus maiores sonhos realizar essa viagem de carro pela América do Sul, e eu estava ali!!!

As 7 horas da tarde chegamos em nosso destino oficial o povoado de Tilcara em Jujuy. A cidade é cercada por montanhas , muitos cactos e vegetação desértica, rios secos, povo andino, casas de barro, um cenário perfeito para um produção de cinema.

Chegamos ao Hotel Alas del Alma, um hotel perfeito!!! Sem exageros, perfeito na simplicidade o que nos fez cair de cabeça no universo andino, moveis rústicos de madeira e pedra, pratos e copos de barro. Tudo parecia um sonho. Ficamos 2 dias hospedados por ali e fizemos amizades com a Araceli e  Noe, duas moças super simpáticas que trabalham no hotel, que nos tiraram todas as dúvidas dos passeios e do lugar.

DSC00508
Hotel Alas del Alma

Enfim fizemos check-in e fomos passear pela cidade, fazer algumas comprinhas e encontrar a “tal” folha de coca, já que estávamos cerca de 2500 metros acima do nível do mar o corpo já iria começar a sentir os efeitos da altitude.

Abaixo nosso amigo Daniel tocando bonito o seu “charango”:

As ruas de Tilcara são um charme:

Encontramos um pacote gigante de “hojas de coca” por 10 pesos (R$ 2,50) e já começamos a mascar. Depois que engoli umas 5 folhas a moça do hotel me falou que não dava pra engolir :O, mas tudo bem eu sobrevivi haha 😛 . Apesar de ser matéria prima da cocaína, a venda e o consumo das folhas de cocas nas regiões andinas da Argentina, Bolívia, Chile, Equador e Peru é totalmente normal.

DSC00523
Hojas de coca

Durante nossa caminhada encontramos o senhor Josendo, argentino que ganha a vida rodando o mundo tocando a música típica andina, inclusive já morou no Brasil por 30 anos e tem dois filhos brasileiros. Nos convidou para jantar no seu restaurante La Peña de Chuspita. Claro que fomos né? O lugar é incrível, super recomendo! Se você vai para Tilcara vá até La peña de Chuspita. Tem música andina, um ambiente muito alegre e a comida típica é maravilhosa. O prato que escolhi para a noite foi a “Cazzuela de Llama” uma delícia. Depois que fiz o passeio com as lhamas (próximos posts) meio que me arrependi de ter comido, mas estava uma delícia!

Um jantar inesquecível en La Peña de Chuspita:

DSC_8478
Cazzuela de Llama

A noite em Tilcara é agitada, nós fomos dormir perto da meia noite e a “farra” continuou até as 2 horas da manhã. Por isso sempre é importante levar protetores auriculares (aqueles fonezinhos de ouvido que as empresas fornecem), o mundo pode cair lá fora, que você dorme tranquilo.

O dia seguinte foi repleto de surpresas!!!

By: Izac Chapiewski

Curta nossa Page: Iniciativa Aventureiros

Anúncios

La Expedición 28/12/2015 – Parque das Aves

No dia 28/12 após a visita as Cataratas do Iguaçu, havíamos programado para conhecer o Parque das Aves. Saímos do estacionamento das Cataratas e fomos em busca do Parque das aves. Um erro! O Parque das Aves está localizado a menos de 600 metros da entrada Parque Nacional do Iguaçu, assim tivemos que pagar mais um estacionamento. “Tá” certo, não foi nenhuma fortuna, somente R$ 15,00 a mais, mas fica a dica pra quem vai, os dois passeios podem ser feitos em menos de 4 horas e são muito próximos, escolha um estacionamento e vá andando, assim economiza uma “graninha”.

Chegamos na bilheteria eram aproximadamente 11 horas da manhã,compramos os bilhetes (R$ 30,00 para brasileiros e R$ 15,00 para estudante), e entramos no parque. E que experiência magnifica hein? O Parque das Aves de Foz do Iguaçu é o maior viveiro do mundo especializado em araras, com mais de 1100 animais e mais de 140 espécies, realmente um show!

Segundo os dados passados pelo guia entregue na entrada do parque, cerca de 50% das aves do parque foram resgatadas de maus tratos e do tráfico, e 43 % nasceram no parque.

Além de aves uma variedade enorme de aves, o parque também conta com vários répteis e alguns mamíferos.

O passeio dura em torno de 1 hora e 30 minutos por uma trilha em meio a mata atlântica. Em alguns pontos é possível entrar em contato direto com os animais, em viveiros gigantes onde eles ficam soltos.

Entre as mais de 140 espécies que podem ser encontradas no parque, existem Corujas, Araras, Casuares, Papagaios, Ararajubas, Emas, Urubus, Iguanas, Jacutingas, Saguis, Mutuns, Tachãs, Periquitos, Flamingos, Sucuris, Faisões e muitos mais.

No Final da trilha há um restaurante onde se pode comer. Almoçamos por ali mesmo e saímos em direção a Puerto Iguazu na Argentina onde faríamos o câmbio necessário para a continuidade da viagem.

Para mais informações acesse o Site Oficial do Parque das Aves.

By: Izac Chapiewski

Curta Nossa Page: Iniciativa Aventureiros

La Expedición 28/12/2015 – Cataratas do Iguaçu

Após termos começado a aventura um dia antes do programado no dia 27/12/2015 chegamos em Foz do Iguaçu sabendo que teríamos um dia recheado de coisas para fazer. Nos hospedamos no Hotel Itaipu no centro da cidade. O hotel é bem localizado próximo a fronteira com o Paraguai, e tem ótimo custo benefício.

DSC_8446
Hotel Itaipu

Acordamos cedo, tomamos café e embarcamos rumo à primeira de muitas aventuras em nossa viagem. Do grupo todo, somente eu já conhecia as Cataratas, mas como o passeio por lá é inesquecível sempre vale a pena voltar. E olha que se eu tiver oportunidade de voltar mais uma vez, vou com toda a certeza!!!

DSC00210
Entrada do Parque Nacional do Iguaçu

Chegamos ao Parque Nacional do Iguaçu as 9 horas. A dica é sempre essa: chegar cedo! Enquanto o Doda e a Pri foram estacionar o carro, eu e a Nick fomos segurar lugar na fila da bilheteria. O custo da entrada no parque para brasileiros é de R$ 33,30 por pessoa, e o estacionamento R$ 19,90 por tempo indeterminado. Diferente do ano anterior que ficamos quase 2 horas esperando para entrar, esse ano foi super rápido, em menos de 30 minutos já estávamos embarcando nos ônibus que levam os turistas à trilha das Cataratas.

onibus-cataras-iguacu
Ônibus que lavam à trilha das Cataratas

O ônibus que leva até a trilha das cataratas faz algumas paradas durante o percurso, onde se pode comprar passeios adicionais. Um deles é o Macuco Safari. Iriamos fazer esse, porém o preço estava meio salgado (R$ 200,00 por pessoa) e como havia chovido muito na região ficamos com um pouco de medo devido ao passeio levar os turistas de barco embaixo das quedas. Caso queiram mais informações do passeio acessem o Site Oficial do Macuco Safari.

Enfim após rodar aproximadamente 20 minutos chegamos à trilha das Cataratas e começou o espetáculo da natureza!!!

A trilha tem aproximadamente 1200 metros e é feito em meio a mata com uma vista panorâmica das quedas que não tem preço!!!

Após alguns minutos de caminhada, chegamos a passarela que dá acesso a garganta do diabo, vestimos nossas capas de chuva que levamos de casa, devido aos preços altos que as vendem no parque, algo em torno de R$ 15,00 à R$ 20,00.

Mais alguns minutos de caminhada pela trilha, chegamos ao elevador que dá acesso a saída. A vista que se tem de lá de cima é impagável!

No ano anterior quando fui as Cataratas, haviam muitos quatis espalhados ao longo da trilha esperando uma oportunidade de tirar comida de algum turista desavisado. E achei estranho não ter visto nenhum durante a trilha toda. Não sei se pela temperatura estar mais baixa ou por que dessa vez fomos mais cedo que no ano anterior, mas quando eu estava quase perdendo a esperança de vê-los, já na saída da trilha, eles apareceram:

No fim do passeio ainda vimos um lagarto desfilando sua beleza:

 Agora era voltar para saída do parque e comprar algumas lembrancinhas nas inúmeras lojas disponíveis. Optamos por comprar chapéus, já que iríamos usá-los muitos nos dias que ainda viriam.

Para mais informações Acesse www.cataratasdoiguacu.com.br.

By: Izac Chapiewski

Curta nossa Page:Iniciativa Aventureiros

La Expedición 27/12/2015

Se aproximávamos do tão esperado dia 28/12 no qual iriamos partir rumo a maior aventura de nossas vidas!!! Tudo pronto, malas prontas, quando recebo uma ligação do Douglas me convidando para sairmos um dia antes, já no dia 27/12. É claro que eu topei na hora! Afinal já estava super ansioso e contando as horas pra que chega-se logo o  dia 28.

10437687_771145456347792_1489604865825636055_n
Malas Prontas

Eram 16 horas em ponto quando todos fizemos uma breve oração para pedir proteção durante a viagem, afinal não é todo dia que se tem uma rota de aproximadamente 5400 km, e seguir até o primeiro destino: Foz do Iguaçu!

10296926_778728252252963_2002604121601747034_n
La Expedición

Resolvemos ir por dentro da Argentina e assim cortar 80 km e fugir dos pedágios da BR 277 no Paraná. Apesar de serem só dois, os valores são respectivamente de R$ 9,80 e R$ 14,90 (R$ 25,00 em dois pedágios só aqui no Brasil mesmo, mas o valor dos pedágios na Argentina comento em outro post). Chegamos na Fronteira de Bernardo de Irigoyen às 20h30m, fizemos toda a papelada de imigração e saímos rumo à Puerto Iguazu. Não “peraí”. Ainda não tínhamos saído sabe porque? A Cidade é pequena e o GPS deu uma “loquiada” legal e não encontrava a rota de acesso para Puerto Iguazu.

DSC_0639
Fronteira de Bernardo de Irigoyen

Para nossa sorte, encontramos um carro da polícia e fizemos sinal. Fui correndo até eles e pedi como chegar até a rota 101. Estavam em quatro no carro, todos sorriram e falaram “Puede seguir nosostros”. UFAA!! Nos deixaram na rota 101, e então seguimos até Puerto Iguazu.

Pegamos muita chuva na estrada, e por volta das 23 horas chegamos em Foz do iguaçu. Fomos ao Itaipu Hotel onde ficaríamos por duas noites e no dia seguinte a programação estava super cheia, mas os detalhes ficam pro próximo post.

By: Izac Chapiewski

Curta nossa page: Iniciativa Aventureiros

#Aventureiros #DestinoMissões #RioGrandedoSul

As primeiras expedições das missões jesuítas vindas da Europa para colonizar e catequizar os índios foram na metade do século XVI. Em toda região sul da América. Entre Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai é possível encontrar ruínas das igrejas e povoados da época. Nós tivemos a oportunidade de visitar os três maiores sítios arqueológicos,  San Ignácio Mini – ArgentinaRuínas de La Santisima Trindad – Itapuá Paraguai  e o mais impressionante de todos em São Miguel das Missões – RS.

As ruínas de São Miguel do Arcanjo estão localizadas no noroeste do estado gaúcho. O passeio é incrível e custa apenas R$ 5,00 por pessoa, tanto para entrada de dia, como para a noite onde apresentam um show de luzes e a narrativa completa da história das missões. Embarcamos nessa viagem pela história e ‪#‎Recomendamos‬ esse passeio.

A cidade de São Miguel apesar de turística tem poucas opções boas de hotéis, conseguimos uma reserva no Hotel Tenondé (http://www.tenonde.com.br ), pagamos R$ 100,00 por pessoa, um preço baixo comparado ao conforto, qualidade e opcionais do Hotel. Mas, tivemos um probleminha técnico… Nosso plano era pernoitar em Ijuí, cidade à alguns quilômetros das ruínas, mas de última hora resolvemos esticar e parar em São Miguel mesmo. Ligamos para o hotel Tenondé e efetuamos a reserva por telefone (erro fatal), a moça que nos atendeu passou um valor, e na hora do check-out nos cobrou outro, ainda falamos mas a moça nos passou outro valor, e ela respondeu: NÃO!!! vocês falaram comigo mesmo e o valor foi esse!!! E aí, fazer o que? não tínhamos comprovante nenhum, pagamos e fomos embora.

Fica a dica, sempre faça suas reservas por e-mail, imprima e leve com você, assim evita dores de cabeças desnecessárias.

Assista também o vídeo:

Curta nossa Page no Facebook: https://www.facebook.com/iniciativaaventureiros

By: Izac Chapiewski

#Aventureiros #Quemsomosnós

A Iniciativa Aventureiros ainda é jovem, eu diria um bebê. Lançamos a ideia em janeiro/15, após eu realizar uma viagem à Foz do Iguaçu para conhecer uma das sete maravilhas do mundo, as Cataratas do Iguaçu!!! Confira essa aventura clicando aqui.

QUEM SÃO OS AVENTUREIROS?

20170320_111640

Izac Chapiewski, 25 anos, Profissional de Recursos Humanos.

E agora? Onde vou encontrar parceiros fiéis para viajar e explorar as maravilhas de nosso continente? Confesso que busquei, insisti e ouvi muitos “NÃO”. Até que minha parceira mais fiel, amiga-irmã topou o desafio de entrar de cabeça nessas aventuras.O nome dela??

11136721_873404609414171_4856541728953063574_n

Nicolly Cury, 20 anos, estudante de psicologia.

Que tal acrescentar um casal aventura? Encontramos eles:

maragogi (foto 4)

Douglas e Priscila Ramos, Casados, ele policial rodoviário, ela fisioterapeuta.

ESCOLHA DO PRIMEIRO DESTINO

Após longos dias estudando rotas, planejando, “quebrando cabeça” para escolher hotéis, decidimos conhecer o Uruguai.
Confira nossa viagem clicando aqui

Foi a primeira aventura oficial. A viagem foi realizada em abril/15 e não conseguimos parar, eu diria que a paixão por viajar apenas cresce a cada viagem, a cada dia, a cada lugar novo que conhecemos!!!

Desde abril/15 temos um total de 15800 km rodados,  seis países, seis estados brasileiros, e já ultrapassamos Onze fronteiras e garanto que vem MUITO mais por aí. Não vamos parar, há muito mais para ver e conhecer, nossa meta é grande “Explorar o continente”.

By: Izac Chapiewski

Curta-nos no Facebook: https://www.facebook.com/iniciativaaventureiros

#Aventureiros #DestinoArgentina #PolíciaCaminera #Leisdetransito

polic_a-caminera

Não é de hoje que se sabe que a polícia sul-americana é corrupta, e quando se trata de estrangeiros viajando por terras “Hermanas” eles fazem de tudo para morder uns pesos, guaranis ou seja qual for a moeda dos turistas! Li diversos relatos em vários blogs e canais de viagens, antes de botar o pé na estrada, e a sensação de ansiedade ao ler os relatos tomou conta de mim. Mas graças à Deus NUNCA tivemos problemas!!!

Já viajamos por terras Paraguaias, Uruguaias e Argentinas. No Uruguai e no Paraguai não fomos parados em nenhuma ocasião. Já na Argentina que era para ser o pior país segundo os relatos, fomos parados duas vezes em nossa ultima viagem, a primeira o guarda nos parou na cidade de Bernardo de Irigoyen, nos perguntou se tínhamos carta verde (seguro obrigatório no Mercosul) mas nem pediu para vê-la e nos deixou seguir.

A segunda vez fomos parados na saída de Puerto Iguazu, o guarda nos solicitou que abríssemos o porta-malas para ver se tínhamos comprado algo no Paraguai, como não tínhamos feito nenhuma compra significativa nos deixou seguir. Resumindo, não tivemos nenhum problema com a Polícia caminera apesar da fama negativa que eles tem.

Confira as exigências para viajar pelos Países vizinhos.

Entrei em contato também com o consulado argentino da cidade de Uruguaiana pelo email: curug@mrecic.gov.ar e solicitei uma declaração em papel timbrado das exigências de trânsito na Argentina. Prontamente me atenderam e enviaram a declaração, imprimi várias vias e levei junto na viagem, caso algum policial corrupto tenta-se me molestar, mesmo eu tendo todos os itens eu apresentaria a declaração e sairia ileso.

carta consulado
Carta Consulado

 Mas fica a dica, se for viajar para a Argentina, além de levar os itens acima que são exigências, sempre leve com você as leis de trânsito impressas ( http://www.insurer.com.ar/leyes/transito.htm ), porque na primeira oportunidade “los Policiales hermanos” vão querer complicar sua vida!!!

#Viajarébarato #Viajarépossível #Aventureiros

by: Izac Chapiewski

Curta nossa Page no Facebook: https://www.facebook.com/iniciativaaventureiros