Arquivo da tag: Câmbio

#Aventureiros #Uruguai #RelatodeViagem

Pensando em fazer uma viagem de carro? Que tal Uruguai?

Os aventureiros fizeram essa rota, e desbravaram esse país maravilhoso conhecendo praticamente todos os pontos turísticos que o país oferece. No total foram 970 Km rodados dentro do Uruguai em 2 dias de viagem. Entramos pela fronteira de Artigas, como era véspera de feriado e chegamos por lá já era 16 h da tarde, não encontramos nenhuma casa de câmbio aberta. E agora o que fazer? Felizmente encontramos uma versão do Angeloni no Uruguai, Mercado Ta-Ta que fazia câmbio, conseguimos trocar num câmbio de R$ 7,90 para UR$ 10,00, levamos um pequeno prejuízo mas era o que tínhamos a disposição sem muitas opções. Trocamos um total de R$ 500,00 por pessoa, então ficamos com UR$ 3.950,00 cada.

DSC_0297
Fronteira em Artigas

Se a gente reclama do preço da gasolina aqui no Brasil, coitados dos uruguaios! O litro da nafta (gasolina) por lá é em média UR$ 42,00 pesos, isso numa conversão direta para real sai por nada mais nada menos que R$ 5,32 por litro. Abastecemos somente o necessário, precisamos de 55 litros (R$ 297,00) e pegamos alguns pedágios na Ruta 5 e Ruta 9, tivemos um custo de UR$ 325,00 (R$ 41,00).

IMG-20150403-WA0137
Paso de Los Toros

Passamos 2 noites em solo uruguaio, a primeira noite foi na cidade de Tacuarembó, onde ficamos no hotel Carlos Gardel (http://www.hotelcarlosgardel.com.uy ) e a segunda noite ficamos em Montevideo no Splendido Hotel ( http://www.splendidohotel.com.uy ).

DSC_0306

O custo da primeira noite foi de R$ 189,00 por pessoa (Total para 4: R$ 757,00), um custo relativamente alto, mas o hotel vale a pena ‪#‎Superrecomendamos . Já na segunda noite o custo foi de R$ 98,00 por pessoa (Total para 4: R$ 394,00) infelizmente a experiência dessa noite não foi muito agradável, leia como foi nossa noite em Splendido Hotel, nada esplendido  . O custo referente à alimentação, como cada pessoa tem um gosto, e vai optar por coisas diferentes, não vou colocar aqui, mas recomendo o “chivito” e o “asado” uruguaio.

IMG-20150403-WA0098
Chivito

Total de Custo:

Nafta 55 litros: R$ 297,00
Pedágios: R$ 41,00
Hotéis: 1.151,00
Total Geral: R$ 1.489,00
Total por pessoa sem custo de alimentação (quatro pessoas): R$ 372,25 “esse custo foi em solo uruguaio”

O que fazer em Montevidéu durante o dia?

Sugerimos conhecer o Teatro Solis em “Ciudad Vieja”. É possível fazer o passeio guiado com guia em espanhol ou português. A visita é super bacana, é explicada toda a história do teatro desde sua criação em 1842, e ainda são contadas todas as conspirações por traz do prédio. A visita começa da parte externa do prédio, e logo após entra na sala de espetáculos. Dependendo do dia da visita, ainda pode-se assistir aos espetáculos em cartaz no teatro.

Valores da visitação:

Guia Espanhol: UR$ 20,00 (R$ 2,53);
Guia Português: UR$ 50,00 (R$ 6,32).

Recomendamos a visita guiada em espanhol, mesmo que não seja fluente no idioma, é perfeitamente possível entender todas as explicações do guia, além de ser um contato a mais com a cultura do país.

Passamos um dia todo na capital uruguaia e nos encantamos com tudo o que vimos. Além da educação e cordialidade do povo uruguaio.

No dia seguinte, seguimos viagem pelo litoral uruguaio. Nosso destino era Punta del Este, mas no caminho conhecemos mais alguns pontos turísticos fantásticos.

Enfim após dois dias incríveis em solo uruguaio, seguimos viagem até a fronteira do Chuy rumo a Serra Gaúcha que era nosso próximo destino!!!

Confira os vídeos dessa aventura:

By: Izac Chapiewski

Curta-nos no Facebook: https://www.facebook.com/iniciativaaventureiros

Anúncios

#‎Aventureiros‬ ‪#‎DestinoParaguai‬ ‪#‎Relatodaviagem‬

O Paraguai é conhecido como paraíso das compras para muitos brasileiros, inclusive eu já trabalhei como “sacoleiro” buscando mercadoria em Ciudad del Este fronteira com o Brasil.

Mas como o foco do blog não é esse, nosso foco não é esse, fomos ao Paraguai em busca de aventura!!! E encontramos!!!

Rota Misiones
Rota Misiones

Entramos no país pela cidade de Encarnación fronteira com a Argentina. Na aduana fizemos todos os procedimentos necessários, vistos, cadastros, etc…

Trocamos pesos argentinos por guaranis com um cambista ali mesmo, após sair da centro de migração. Seguimos viagem até as cidades de Trinidad e Jesús de Tavarangue na província de Itapuá, onde nosso objetivo era conhecer as ruínas jesuítas de ambas cidades.

A primeira parada foi na cidade de Trinidad. Logo na entrada da cidade uma placa indicando que ali existiu uma missão jesuíta. O problema é que só havia aquela placa e mais nenhuma. Nossa sorte é que a cidade é muito pequena, rodamos muito, demos voltas pelas ruínas e não achávamos a entrada. Até que resolvi perguntar para uma jovem onde era a entrada, e ela falando “guarañol” nos explicou. Mesmo com a explicação, ainda demoramos um pouco para encontrar a bilheteria, mas após 20 minutos, enfim encontramos. A entrada para as ruínas nos custou 25.000,00 guaranis algo em torno de R$ 13,00, e nos possibilitou conhecer ambas pelo mesmo preço.

As ruínas nos encantaram pela grandiosidade e beleza. Pudemos observar a riqueza dos detalhes nos desenhos esculpidos pelos índios nas paredes e tetos e que estão conservados até hoje, mais de três séculos depois. Tivemos a companhia de uma guia fabulosa, um moça chamada Romina, que nos encantou pela simpatia e conhecimento sobre ruínas, tirou todas as nossas dúvidas. A simpatia era tanta que arrisquei, e pedi para ela falar algo em guarani, o triste é que não entendi nada.

Veja o recado em guarani:

Entrando em uma das salas da antiga igreja, pudemos observar as ferramentas usadas na época e uma ossada de um índio exposta em acrílico. As paredes segundo nossa guia chegavam a 17 metros de altura, e tinham 5 metros de expusera. Uma das partes mais legais do passeio, foi poder entrar dentro da cripta onde os corpos dos mortos eram dissecados e preparados para as cerimônias fúnebres.

Assista o vídeo:

Após aproximadamente 30 minutos de passeio, nos despedimos de nossa guia e seguimos viagem até a cidade de Jesus de Tavarangue à 12 km de Trinidad para conhecer o que foi a ultima igreja a ser construída no tempo das missões. Segundo nossa guia não chegou a ser terminada, pois os jesuítas foram expulsos das terras paraguaias antes da conclusão da obra. A arquitetura é inspirada em palácios árabes, o que pode ser notado nos desenhos das janelas e portas. Não ficamos mais que 5 minutos nas ruínas, já que nosso cronograma de viagem estava apertado e pretendíamos chegar em casa naquele mesmo dia.

Após conhecer as ruínas seguimos viagem até Ciudad del Este, onde almoçamos e infelizmente ou felizmente não pudemos comprar muito, digo felizmente pois em dias que todo o comércio está aberto por lá, é impossível transitar e a cidade se torna perigosa. Como era domingo e chegamos à cidade já eram 12h 20m a grande maioria das lojas estavam fechadas. Mesmo assim pudemos comprar algumas “coisinhas”.

Resumindo, tivemos uma viagem tranquila, por estradas em ótimo estado (melhores que muitos trechos que pegamos aqui no Brasil ‪#‎ObrigadoPT‬), e vivemos experiências incríveis, conhecendo pessoas e lugares espetaculares!!!

‪#‎ParaguaiDeixouSaudade‬ #DestinoParaguai

By: Izac Chapiewski

Curta nossa page no Facebook: Iniciativa Aventureiros