Arquivo da tag: Hotéis

La Expedición #Custos da viagem

Chegou a hora de falar de umas das partes que mais preocupam os viajantes. O custo da viagem!!! Após inúmeras perguntas de “Quanto gastaram nessa viagem” aqui vai o post com o descritivo de nossas despesas.

Como sempre, o planejamento e organização fazem parte da Iniciativa Aventureiros. E com a data da viagem marcada, fomos até a fronteira de Bernardo de Irigoyen na Argentina aproximadamente 3 meses antes da viagem para fazermos o câmbio de moeda, já que a cotação estava favorável e com a crise que começou afetar o país, tínhamos que tomar alguma atitude. Na época trocamos pouco mais da metade da quantia que seria necessária por pessoa. O câmbio saiu por 0,255 algo como 4 pesos para 1 real (excelente câmbio já que a cotação oficial da época era 0,39). Com boa parte dos pesos na mão, era somente esperar a data da viagem, trocar mais alguns pesos por garantia e pé na estrada.

Um dos custos pré-viagem foi a aquisição da carta verde, seguro que é uma das Exigências para rodar nos países vizinhos. O custo com nossa corretora foi de US$ 42,19 ou R$ 166,00.

tarjeta-verde
Carta Verde

 

Todos os nossos hotéis foram reservados antecipadamente pelo www.booking.com fazendo com que o preço ficasse mais em conta. Para ver os valores por hotel basta clicar aqui. O Valor total das hospedagens foi de R$ 782,00.

Com estradas em perfeito estado, o único país onde pagamos pedágios nessa viagem foi a Argentina. O pedágio mais caro pagamos P$ 8,00 equivalente a R$ 2,00. O custo total de todos os pedágios da viagem foi de R$ 22,00.

78764w620h450c
Posto de pedágio na província del Chaco

O valor do combustível tanto no Brasil, na Argentina e no Chile é bem parecido, a diferença é de no máximo 12 centavos. Foram utilizados aproximadamente 440 litros de gasolina durante a viagem e o custo total de combustível foi de R$ 1740,00.

DSC01382
Posto Copec em San Pedro de Atacama

Por fim o custo dos passeios. Como não contratamos agência em San Pedro de Atacama, economizamos uma ótima grana, tendo que pagar somente as entradas das reservas nacionais. Para facilitar, já vou descrever os valores todos em reais com base na cotação que fizemos no dia de nossa viagem.

Passeios:

  • Entrada Cataratas do Iguaçu: R$ 33,30;
  • Entrada Parque das Aves (Foz do Iguaçu): R$ 28,00;
  • Passeio da Caravana de lhamas com lanche (Tilcara): R$ 62,50;
  • Entrada Valle de la Luna e Valle de la Muerte (San Pedro): R$ 17,50;
  • Entrada Geysers El Tatio (San Pedro): R$30,00;
  • Entrada Termas Puritama (San Pedro): R$ 88,00;
  • Entrada Pukara de Quitor (San Pedro): R$ 17,50;
  • Total dos passeios pagos: R$ 276,80 por pessoa.

Estacionamentos:

Durante nossa viagem, tivemos que pagar estacionamento somente em Foz do Iguaçu. O valor total foi de R$ 64,00.

Custos a Dividir:

  • Carta Verde: R$ 166,00
  • Hospedagens: R$ 782,00
  • Pedágios: R$ 22,00
  • Combustível: R$ 1740,00
  • Pneus (por conta do imprevisto no deserto) R$ 450,00
  • Estacionamentos: R$ 64,00
  • Total custos a dividir: R$ 3224,00 ou R$ 806,00 por pessoa.

Custos individuais:

  • Alimentação média: R$ 720,00
  • Passeios: R$ 276,80

VALOR TOTAL GASTO POR PESSOA: R$ 1.802,80

E aí achou muito? Lembrando que foram 12 dias de viagem, 4 países e mais de 5600 km rodados. Nesse valor claro que não estão inclusos os custos com lembrancinhas e souvenires, mas o valor não sobe muito. Viajar é possível, basta se programar e juntar uma “graninha”.

By: Izac Chapiewski

Curta nossa Page: Iniciativa Aventureiros

Anúncios

La Expedición 03/01/2016 Dia de Bolívia

O terceiro dia do ano foi dia de explorar a Reserva Eduardo Avaroa na Bolívia. Saímos em direção a fronteira que fica cerca de 40 km de San Pedro de Atacama. E já de cara estávamos aos pés de dois vulcões. O Juriques e o Licancabur ambos com quase 6000 metros de altitude.

O Licancabur é considerado o Deus do deserto. Imponente, pode ser avistado de qualquer lugar do Atacama num raio de quilômetros.

DSC00990
Vulcão Licancabur

Mais alguns km rodados e chegamos ao Paso Hito Cajón na Bolívia.

Logo após a entrada na Bolívia, está a localizada a entrada da Reserva Nacional Eduardo Avaroa, onde estão localizadas a Laguna Verde, Laguna Salada, Lagunas Colorada, Arbors de Piedra e o Famoso Salar de Uyuni (maior deserto de sal do mundo). As Paisagens parecem de outro planeta:

O valor da entrada na reserva pode ser pago em Pesos Chilenos, Dólares ou Bolivianos. O valor em bolivianos fica por $ 150,00 algo em torno de R$ 110,00 por pessoa, vale a pena se você tem espírito aventureiro e quer passar alguns dias dentro da reserva, afinal atrativos naturais é o que não falta por lá.

lagunaverdebolivia
Laguna Verde – Bolívia

Retornando a Argentina, tivemos um “probleminha” técnico e acabamos perdendo dois pneus. Isso mesmo DOIS. Mas graças ao bom Deus, nessas horas pudemos ver que ainda há pessoas boas no mundo, e foram inúmeros os carros que pararam para oferecer ajuda, muitos brasileiros, argentinos e chilenos. Queremos aqui agradecer a cada um deles, que de alguma forma nos ajudaram. Um agradecimento especial ao um grande amigo, Alberto, um caminhoneiro peruano que me deu carona até San Pedro, compartilhou suas experiências de mais de 50 anos de estrada, e ao brasiliense Martín e sua esposa, que nos ajudaram a correr atras de uma “gomería” em San Pedro. Também quero citar os amigo chilenos: Mai, José e Jorge, e os gaúchos Silvio e Leandra #DeusAbençoeVocês #Dioslesbendiga .

IMG-20160110-WA0010
Amigos Silvio e Leandra

Graças a esse “perrengue” pudemos fazer várias amizades. Quero citar uma em especial aqui, a boliviana Alejandra Mancilla, que enquanto estávamos aguardando o rapaz arrumar os pneus, foi ao mercado sem eu pedir, comprou água e comida para nós. Quando eu estava saindo da borracharia, veio até o carro e me entregou. Confesso que fiquei muito feliz, por esse simples gesto. Que Deus sempre possa abençoar ela e sua família, “Dios le bendiga Aleja”. E mais uma vez, a todos que nos ajudaram: MUITO OBRIGADO de coração.

Enfim, depois do susto, chegamos à Paso de Jama, fizemos todos os trâmites e estávamos de volta à Argentina. Seguimos viagem até a cidade de Jujuy onde nos hospedamos no hotel Las Lomas à beira da rodovia. o Hotel é muito bom.

No outro dia, seguimos até Resistência onde nos hospedamos no Hotel Covadonga. Um luxo de hotel. E enfim no dia seguinte seguimos viagem até Bernardo de Irigoyen fronteira com Brasil, e pudemos respirar os bons ares brasileiros novamente. Uma aventura sem igual.

No próximo post falarei dos custos de nossa viagem.

By: Izac Chapiewski

Curta nossa Page: Iniciativa Aventureiros

La Expedición 29/12/2015 Entrando na Argentina

Ainda no dia 28/12 após realizar os passeios das Cataratas do Iguaçu e do Parque das Aves, fomos até Puerto Iguazu em busca de câmbio para dar sequencia na viagem agora em solo Argentino. Infelizmente perdemos quase 3 horas entre entradas e saídas e a busca do melhor câmbio. O câmbio lá na Argentina estava 0,35 centavos, ou 1 real para cada 3 pesos. Desistimos de trocar lá e voltamos ao Brasil. Chegamos em uma lanchonete próxima a fronteira e fizemos o câmbio ali mesmo. Estava 0,25 centavos, ou seja a cada 4 pesos 1 real. Apesar de termos ficado um pouco apreensivos quando vimos muitos homens na frente da lanchonete, correu tudo bem,e saímos tranquilamente de lá.

Devido aos atrasos na fronteira, não pudemos fazer dois passeios que estavam em nosso cronograma, o Templo Budista e o da represa Itaipu. Para mais informações de valores acesse: https://www.itaipu.gov.br/. Quanto ao templo Budista a entrada é gratuita.

Voltamos ao Hotel eram aproximadamente 6 horas da tarde, então fomos comer e no caminho fomos visitar a Mesquita Muçulmana de Foz. Estavam fazendo as orações, devido a isso não pudemos entrar na Mesquita, mas já sentimos a energia do lado de fora. Todos com vestimentas árabes fazendo suas preces e respeitando sua religião.

Depois da visita, seguimos para o hotel e fomos dormir, pois no dia seguinte o trecho seria longo.

Chega então o dia 29/12, saímos cedinho do hotel rumo a fronteira de Puerto Iguazu. A dica é essa, sempre para passar uma fronteira esteja cedo. Lembra das 3 horas perdidas no dia anterior? Se tornaram 20 minutos. Isso mesmo em 20 minutos já havíamos feito a imigração e estávamos na rota 12 rumo a Resistência capita da Província del Chaco.

Atravessamos a província de Misiones na Argentina a qual eu já conhecia de uma outra viagem, e tivemos 2 paradas policiais, acreditem ou não as únicas da viagem toda! Chegando na cidade de Posadas, atrasamos o relógio em uma hora, para irmos nos habituando ao novo fuso horário e paramos para fazer algumas fotos.

A cidade de Posadas faz Fronteira com Encarnación no Paraguai, já havíamos passado essa ponte quando fomos conhecer as Ruínas Guaranis.

Após algumas fotos fomos em busca do tão famoso “asado” argentino, muitos dizem que é o melhor churrasco do mundo. Infelizmente tenho que descordar, realmente carne é maravilhosa, mais ainda prefiro a picanha brasileira. Comemos no “El Rancho” em frente ao monumento del índio.

Confesso que nesses 12 dias de viagem, senti muita falta do bom arroz e feijão brasileiros, coisa que lá fora NÃO existe!! Bom, seguimos viagem então até nossa primeira parada oficial na Argentina, a capital del  Chaco Resistência. Ainda passamos pela província de Corrientes e conhecemos a sua capital.

IMG_6526
Ponte de Fronteira das províncias Del Chaco e Corrientes

Estávamos um pouco apreensivos, devido as fortes chuvas na região que causaram várias inundações, mas graças a Deus correu tudo bem. Chegamos em Resistência cedo, por volta das 17 horas, fomos ao hotel e fizemos o check-in. Nosso hotel foi o Casa Mia, também com ótimo custo benefício no centro da cidade.

DSC_8453
Casa Mia Hotel

Após tomarmos um banho gelado, por que a temperatura por lá beirava os 40 º graus , fomos caminhar pela cidade e comprar algumas “coisinhas”.

Uma das coisas que mais se estranha na Argentina, é o trânsito. É raríssimo ver alguém de moto com capacete, e as vezes é possível ver até 4 pessoas em uma única moto. “Coisa de loco”.

20151229_195303

Retornamos ao Hotel já eram quase 22 horas, fomos dormir cedo porque no dia seguinte teríamos um dos dias mais cansativos da viagem!

By: Izac Chapiewski

Curta nossa page: Iniciativa Aventureiros

#Aventureiros #DestinoMissões #RioGrandedoSul

As primeiras expedições das missões jesuítas vindas da Europa para colonizar e catequizar os índios foram na metade do século XVI. Em toda região sul da América. Entre Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai é possível encontrar ruínas das igrejas e povoados da época. Nós tivemos a oportunidade de visitar os três maiores sítios arqueológicos,  San Ignácio Mini – ArgentinaRuínas de La Santisima Trindad – Itapuá Paraguai  e o mais impressionante de todos em São Miguel das Missões – RS.

As ruínas de São Miguel do Arcanjo estão localizadas no noroeste do estado gaúcho. O passeio é incrível e custa apenas R$ 5,00 por pessoa, tanto para entrada de dia, como para a noite onde apresentam um show de luzes e a narrativa completa da história das missões. Embarcamos nessa viagem pela história e ‪#‎Recomendamos‬ esse passeio.

A cidade de São Miguel apesar de turística tem poucas opções boas de hotéis, conseguimos uma reserva no Hotel Tenondé (http://www.tenonde.com.br ), pagamos R$ 100,00 por pessoa, um preço baixo comparado ao conforto, qualidade e opcionais do Hotel. Mas, tivemos um probleminha técnico… Nosso plano era pernoitar em Ijuí, cidade à alguns quilômetros das ruínas, mas de última hora resolvemos esticar e parar em São Miguel mesmo. Ligamos para o hotel Tenondé e efetuamos a reserva por telefone (erro fatal), a moça que nos atendeu passou um valor, e na hora do check-out nos cobrou outro, ainda falamos mas a moça nos passou outro valor, e ela respondeu: NÃO!!! vocês falaram comigo mesmo e o valor foi esse!!! E aí, fazer o que? não tínhamos comprovante nenhum, pagamos e fomos embora.

Fica a dica, sempre faça suas reservas por e-mail, imprima e leve com você, assim evita dores de cabeças desnecessárias.

Assista também o vídeo:

Curta nossa Page no Facebook: https://www.facebook.com/iniciativaaventureiros

By: Izac Chapiewski

#Aventureiros #Uruguai #RelatodeViagem

Pensando em fazer uma viagem de carro? Que tal Uruguai?

Os aventureiros fizeram essa rota, e desbravaram esse país maravilhoso conhecendo praticamente todos os pontos turísticos que o país oferece. No total foram 970 Km rodados dentro do Uruguai em 2 dias de viagem. Entramos pela fronteira de Artigas, como era véspera de feriado e chegamos por lá já era 16 h da tarde, não encontramos nenhuma casa de câmbio aberta. E agora o que fazer? Felizmente encontramos uma versão do Angeloni no Uruguai, Mercado Ta-Ta que fazia câmbio, conseguimos trocar num câmbio de R$ 7,90 para UR$ 10,00, levamos um pequeno prejuízo mas era o que tínhamos a disposição sem muitas opções. Trocamos um total de R$ 500,00 por pessoa, então ficamos com UR$ 3.950,00 cada.

DSC_0297
Fronteira em Artigas

Se a gente reclama do preço da gasolina aqui no Brasil, coitados dos uruguaios! O litro da nafta (gasolina) por lá é em média UR$ 42,00 pesos, isso numa conversão direta para real sai por nada mais nada menos que R$ 5,32 por litro. Abastecemos somente o necessário, precisamos de 55 litros (R$ 297,00) e pegamos alguns pedágios na Ruta 5 e Ruta 9, tivemos um custo de UR$ 325,00 (R$ 41,00).

IMG-20150403-WA0137
Paso de Los Toros

Passamos 2 noites em solo uruguaio, a primeira noite foi na cidade de Tacuarembó, onde ficamos no hotel Carlos Gardel (http://www.hotelcarlosgardel.com.uy ) e a segunda noite ficamos em Montevideo no Splendido Hotel ( http://www.splendidohotel.com.uy ).

DSC_0306

O custo da primeira noite foi de R$ 189,00 por pessoa (Total para 4: R$ 757,00), um custo relativamente alto, mas o hotel vale a pena ‪#‎Superrecomendamos . Já na segunda noite o custo foi de R$ 98,00 por pessoa (Total para 4: R$ 394,00) infelizmente a experiência dessa noite não foi muito agradável, leia como foi nossa noite em Splendido Hotel, nada esplendido  . O custo referente à alimentação, como cada pessoa tem um gosto, e vai optar por coisas diferentes, não vou colocar aqui, mas recomendo o “chivito” e o “asado” uruguaio.

IMG-20150403-WA0098
Chivito

Total de Custo:

Nafta 55 litros: R$ 297,00
Pedágios: R$ 41,00
Hotéis: 1.151,00
Total Geral: R$ 1.489,00
Total por pessoa sem custo de alimentação (quatro pessoas): R$ 372,25 “esse custo foi em solo uruguaio”

O que fazer em Montevidéu durante o dia?

Sugerimos conhecer o Teatro Solis em “Ciudad Vieja”. É possível fazer o passeio guiado com guia em espanhol ou português. A visita é super bacana, é explicada toda a história do teatro desde sua criação em 1842, e ainda são contadas todas as conspirações por traz do prédio. A visita começa da parte externa do prédio, e logo após entra na sala de espetáculos. Dependendo do dia da visita, ainda pode-se assistir aos espetáculos em cartaz no teatro.

Valores da visitação:

Guia Espanhol: UR$ 20,00 (R$ 2,53);
Guia Português: UR$ 50,00 (R$ 6,32).

Recomendamos a visita guiada em espanhol, mesmo que não seja fluente no idioma, é perfeitamente possível entender todas as explicações do guia, além de ser um contato a mais com a cultura do país.

Passamos um dia todo na capital uruguaia e nos encantamos com tudo o que vimos. Além da educação e cordialidade do povo uruguaio.

No dia seguinte, seguimos viagem pelo litoral uruguaio. Nosso destino era Punta del Este, mas no caminho conhecemos mais alguns pontos turísticos fantásticos.

Enfim após dois dias incríveis em solo uruguaio, seguimos viagem até a fronteira do Chuy rumo a Serra Gaúcha que era nosso próximo destino!!!

Confira os vídeos dessa aventura:

By: Izac Chapiewski

Curta-nos no Facebook: https://www.facebook.com/iniciativaaventureiros

#Aventureiros #DestinoMontevideo Que tal ficar hospedado num hotel mal assombrado???

Splendido
Esplendido Hotel

Foi isso que aconteceu com a gente em Montevidéu-Uruguai. Bem na verdade a aparência do hotel já entrega que ele é meio digamos “Especial”, o problema que só pudemos conferir isso quando chegamos lá. Isso mesmo, os sites de reserva nos mostravam que todos os hotéis estavam lotados para a data de nossa viagem, nos restou reservar esse aí Splendido Hotel (que de esplendido não tem nada). A localização é perfeita, em frente ao Teatro Solis, e à 400 metros de todos os principais pontos turísticos da “Ciudad Vieja” em Montevidéu como o Palácio Salvo, Plaza de la Independência, Monumento Artigas, e orla do Rio de la Plata.

DSC_0355
Orla do Rio de la Plata

Eis que então cai à noite em Montevidéu e vamos dormir, ou tentar!! No meio da noite muitos ruídos nos corredores, e barulho intenso na rua em frente ao hotel, quando enfim consegui pegar no sono sinto alguém sentando na cama, isso mesmo, o problema é que não havia ninguém no quarto e para completar tinha um espelho enorme em frente a cama no minimo aterrorizante, o que fiz foi tentar fechar os olhos e dormir, no outro dia contei a história para meus colegas e um deles disse ter visto um vulto saindo da parede à noite em direção ao quarto que eu estava!!! Não sei o que era, mas sei o que senti, e foi uma experiência bem desagradável.

DSC_0362
Vista da sacada do nosso quarto

No outro dia, perguntei ao pessoal da recepção do hotel de quem era o prédio ou o que era antes de se tornar hotel, e o rapaz me respondeu: Era uma casa de um senhor muito rico da região, onde passavam todo tipo de gente, e o prédio foi construído na época das guerras de independência do Uruguai, então algumas mortes ocorreram até mesmo dentro do prédio. Fico pensando, quem sabe era só um general uruguaio sentado ao meu lado querendo dizer um “Hola que tal?”

‪#‎ChamaosWinchester‬

E aí, ficou interessado em passar uma noite nesse agradável hotel? Se sim, acesse o site e garanta sua reserva http://www.splendidohotel.com.uy/golden.guuhuu.com/index.html Você não vai se arrepender, ou vai? #Ficaaduvida #Viajarépossível #Viajarébarato

By: Izac Chapiewski

Curta-nos no Facebook: https://www.facebook.com/iniciativaaventureiros

#Aventureiros #DestinoMisiones #Argentina

No último final de semana os aventureiros invadiram a Argentina precisamente a região da província de Misiones em busca de história. Encontramos, e muita!!!

DSC_0639

Entramos pela fronteira de Bernardo de Irigoyen divisa com Dionísio Cerqueira SC, fomos bem tratados pelos fiscais da migración que nos tiraram todas as nossas dúvidas e após 15 minutos estávamos liberados para seguir viagem. O câmbio de reais por pesos fizemos em um mercado passando a aduana, felizmente saímos ganhando, pois a cotação oficial do dia estava 0,34 centavos e no mercado conseguimos por 0,26 centavos. #ficaadica nunca troque o dinheiro no Brasil, troque na primeira cidade da fronteira do país de destino.

Rota Misiones
Rota Misiones

Após realizarmos o câmbio, seguimos viagem ate a cidade de Eldorado onde fizemos uma parada para o almoço. No meio de tantas opções diferentes e aparentemente deliciosas, optei por pollo enrollado, lasaña de berenjenas, pastel de queso e milanesa.

Nossa Primeira parada oficial, foi na cidade de San Ignácio onde pagamos 130 pesos para conhecer as ruínas, algo em torno de R$ 33,80 por pessoa. Eu diria R$ 33,80 muito bem investidos, pois a grandeza e a beleza das ruínas nos encantou!!! Infelizmente não tivemos nossa visita guiada, pois um grupo havia recém saído e teríamos que aguardar aproximadamente 40 minutos até um novo guia chegar, e não disponibilizávamos desse tempo.

Assista também o vídeo:

Seguimos viagem até a cidade de Posadas já na fronteira com o Paraguai, onde passamos à noite. Rodamos na avenida costaneira e ficamos encantados com a vista. Tivemos a oportunidade de ver a seleção argentina perder a copa América para o Chile (gritamos MUuuuuito), mas para nossa sorte os argentinos levaram na esportiva. Passamos a noite no Ri Hotel Posadas, o quarto nos saiu por 800 pesos, R$ 52,00 por pessoa, preço relativamente baixo pelos opcionais, ótimo atendimento e conforto do hotel #Superrecomendado. Fizemos nossa reserva pelo site: http://rihotelposadas.com/

No dia seguinte seguimos viagem até a cidade de Encarnación
Clique e confira e deixamos a cidade de Posadas. Com toda certeza nos deixou com saudade.

Resumindo, nossa experiência em terras “Hermanas” foi incrível. Conhecemos pessoas e lugares fantásticos. Tudo isso com um custo baixo, confira o custo de nossa viagem clicando no link:
Custos

#Viajarépossível #Viajarébarato #Aventureiros

By: Izac Chapiewski

Curta também nossa page no facebook: https://www.facebook.com/iniciativaaventureiros